www.viagensdenavio.com.br

.

Brasil, sexta-feira, 22 de março de 2019
Olá amigo navegador, boa tarde!

Cruise Stock
  STOCKS:   Carnival Corporation (NYSE:CCL) 24.19 -0.04%                P&O Princess Cruises plc (NYSE:POC) 26.90 -0.74%                 Royal Caribbean Cruises (NYSE:RCL) 15.45 -2.22%                 ROYAL OLYMPIC (NasdaqNM:ROCLF) 1.10 -9.09%>

.Home Ports around the WorldMiami, Capital Mundial dos Cruzeiros Marítimos - Santos, Capital Brasileira dos Cruzeiros - Barcelona, Capital Européia dos cruzeiros - Veneza, Capital dos cruzeiros para a Grécia - Copenhagen, Capital dos cruzeiros para o norte da Europa

Navegantes

4 usuário(s) online no nosso site neste momento!

.

 

Cruzeiros Marítimos: uma breve história dos navios pela costa brasileira, das oportunidades às taxas

por Anderson da Ramada Isabella*


Durante anos, podemos considerar aproximados 30, a companhia de navios Costa Cruzeiros, conhecida Linea C, reinou absoluta pela costa brasileira. A Costa Cruzeiros sempre enviou para América do Sul, costa brasileira e para cruzeiros com rota por Buenos Aires e Punta Del Este dois navios e foi líder, tanto em participação de mercado (market share) quanto em participação na mente (share of mind) de seus leais passageiros e admiradores.

Outras companhias desfrutavam de nossos mares com navios de menor porte e abocanhavam parte dos consumidores deste até então mercado considerado "Elite". Navios como Funchal fizeram inúmeras temporadas por aqui, mas não faziam frente a soberana Costa, não menosprezando é claro, as demais companhias, porém, mesmo os navios menores como o Costa Marina eram elegantes e modernos, para época, e levavam considerável vantagem sobre os concorrentes devido ao volume de passageiros que comportavam e as fortes ações de comunicação desempenhadas por sua agência de publicidade (Ancona Lopez) que mantém até hoje a conta da Costa Cruzeiros.

Pérolas como o saudoso Eugênio C eram realmente imbatíveis, tinham público cativo e de tão orgulhosos apresentavam suas "carteirinhas do Costa Club" repletas de carimbos e vistos relativos às viagens realizadas com a companhia. Felizes daqueles como eu que puderam navegar a bordo deste em cruzeiros de 7 noites ou até mesmo pela Terra do Fogo passando por locais exóticos e inusitados como Puerto Madryn (Argentina), Punta Arenas (Chile), Baia Garibaldi e Ushuaia (a chamada Terra do Fogo). O Eugênio C fez suas últimas viagens na temporada de 1995 / 96, mas o roteiro para Terra do Fogo, 22/23 noites, continua sendo realizado por outros navios da mesma companhia, com embarques realizados em Santos, Rio e Buenos Aires.

Os anos se passaram e outras empresas do segmento de cruzeiros marítimos perceberam o potencial deste mercado e as inúmeras oportunidades em se investir no mesmo.

A Sun&Sea, representante das companhias Royal Caribbean Cruise Line, Celebrity Cruises e Island Cruises, percebendo a oportunidade de atuar neste segmento trouxe para o Brasil o navio de vidro, Splendour of the Seas, o maior até então a realizar roteiros pela costa brasileira.

Sua primeira temporada foi glamorosa, pela qualidade do transatlântico, tanto visual quanto dos serviços a bordo, no entanto, no ano seguinte com os aumentos ininterruptos do dólar, a temporada não agradou e percebeu-se que aquele não era, ainda, um navio para os costumes e/ou cultura de se navegar dos brasileiros.

Muitas cabines com varanda, luxo e requinte por toda parte, mini campo de golf, piscina coberta com teto retrátil, alto custo de manutenção para companhia marítima. Valor agregado existia, mas pouco, ou nada, "percebido" por alguns passageiros.

Surgiu então pela costa brasileira um navio informal, com restaurante aberto 24h (Outros navios como os da NCL - Norwegian Cruise Line - oferecem este serviço a bordo. Este tipo de cruzeiro é denominado Freestyle Cruising. Veja em http://www.ncl.com/freestyle/index.htm), nada de noite do comandante onde todos se vestem muito elegantes e dançam valsa após apresentação da equipe do Comandate, composta por Diretor de Hotel, Diretor de Cruzeiro, Capelão... e muitos, muitos cruzeiros de curta duração, os chamados mini-cruzeiros com embarques as sextas-feiras e desembarque pela segunda-feira de manhã. Eis que veio pela primeira vez ao Brasil e, até hoje permanece durante nossos verões, o Island Escape: navio que tem como objetivo popularizar, ou se preferirem, tornar de fácil acesso a todos, de todas as classes sociais, os cruzeiros marítimos.

O Island Escape na temporada de verão pela costa brasileira de 2005/06 ofereceu 30 saídas. Destaque para os mini cruzeiros passando por Búzios ou Florianópolis e retornando a Santos, com duração de 3 noites como também, cruzeiros com escalas em Paraty (nos roteiros de 4 e 7 noites) ou Vitória (nos roteiros de 4 noites).

Outra empresa que percebeu grandes oportunidades neste segmento foi a CVC que iniciou suas atividades com o Blue Dream, do grupo espanhol Pullmantur/Pullman Cruises, atual parceiro da recém fundada CVC Cruises. Com esta nova divisão de negócios, a operadora manterá durante todo o ano pela costa brasileira a oferta do Navio Pacific, com capacidade para 650 passageiros. O transatlântico de pequeno porte fará roteiros pelo litoral do nordeste passando por Fernando de Noronha, Fortaleza, João Pessoa, Natal, Recife e Maceió. Não existe, hoje, nenhuma outra empresa que mantenha navios durante todo o ano pela costa brasileira e, espero e desejo a família CVC ventos suaves e mar calmo nessas novas viagens de navio, que com certeza irão proporcionar férias inesquecíveis para muitos passageiros. É importante ressaltar que a primeira experiência em 1999 com o navio Seawind, da Premier Cruises, em manter um navio no Brasil o ano inteiro foi um desastre.

Muito foi dito sobre os navios que por aqui estiveram, a visão empreendedora das companhias que decidiram enviar seus navios para o Brasil e das representantes que desenvolvem todo o planejamento destes, mas não podemos deixar de destacar como é composto um pacote de cruzeiro.

Os valores a serem pagos são: cabine (como a sua passagem), sempre por pessoa e em acomodação dupla, ou seja, se decidir viajar sozinho terá acrescido ao valor apresentado pela agência de viagens de 70 a 100% sobre sua tarifa, taxa de porto e taxa de serviço (gorjetas).

Pode até parecer que não, mas esse é um ponto extremamente importante em um Cruzeiro, as taxas portuárias e gorjetas.

As taxas portuárias / governamentais são auto explicativas, dispensam comentários e nenhuma companhia tem autonomia para alterá-las.

Quanto maior a quantidade de dias e portos de escalas, maior será a taxa de porto apresentada.

Todo o pessoal / equipe dos Bares & Restaurantes e Camareiros, normalmente recebem um salário básico (alguns por volta de US$ 50.00 por mês) e retiram o seu salário das gorjetas.

Normalmente são estes os dois melhores departamentos dentro de um navio e estas serão as pessoas que mais farão parte do seu dia a dia durante o cruzeiro. Todos os outros tripulantes a bordo recebem salário.

As gorjetas podem ser pré-pagas. Algumas operadoras de turismo já incluem as gorjetas no valor do seu cruzeiro. Neste caso deve-se verificar junto a agência de viagens se as gorjetas estão incluídas.

Se este for o caso, então você não terá com o que se preocupar, pois os navios recebem uma lista dos passageiros com gorjetas pré-pagas antes do cruzeiro. Claro que você também terá a liberdade de dar gorjeta a algum tripulante específico. Neste caso, entregue pessoalmente.

Dica: A melhor gorjeta que um funcionário de navio pode receber é ter o seu nome destacado em um cartão de comentário de passageiros. Se você gostou de um determinado tripulante pelo seu profissionalismo, então, escreva no Cartão de Comentários. Muitas promoções saem devido ao Cartão de Comentários.

Gorjetas pagas a bordo. A Indústria de cruzeiro mantém uma lista padrão de gorjetas a ser pagas a bordo de um navio para ser usada como "indicativo", sendo: Para o gerente do restaurante - US$ 5.00 por pessoa (pelo Cruzeiro), para o maitre'd - US$ 3.50 por pessoa (pelo Cruzeiro), garçom - US$ 3.50 por pessoa (por dia), ajudante do garçom - US$ 1.75 por pessoa (por dia) e para o camareiro - US$ 3.50 por pessoa (por dia).

No final do seu cruzeiro você irá receber envelopes para as gorjetas com o nome de cada pessoa (ou função) que lhe serviu ou atendeu durante o cruzeiro. Em alguns casos as gorjetas são inclusas em sua conta de bordo e aparecem no saldo de seu cartão de bordo.

Conclusão: Esperamos que as cidades onde os navios estarão fazendo suas escalas possam aproveitar as oportunidades destas visitas, assim como as companhias marítimas o fazem. Desejamos que as empresas que atuam nas regiões dos portos de escala estejam preparadas para receber, não somente os turistas a bordo, mas também os inúmeros tripulantes que esperam anciosamente por estas paradas e que deixam, na maioria das vezes, muito mais "dólares" em suas diversas compras do que os "reais" deixados pelos passageiros. Fazemos votos também, que um dia os futuros passageiros comprem suas viagens de navio logo após a decisão de pesquisar sobre o assunto e que não desistam da viagem ao receberem a notícia do valor a ser investido com as taxas. Destacamos ainda, que estas taxas tem valor um pouco acima do esperado em qualquer cruzeiro, em qualquer lugar do mundo, portanto, não deixe isto acabar com aquelas que podem ser as melhores férias de sua vida! Viaje sim de navio, afinal, a Terra é composta por 3/4 de água e, navegar é preciso. (Fernando Pessoa).

 
* Anderson R. Isabella
 
Publicitário, Especialista em Planejamento, Consultor e Prof. de Marketing Aplicado ao Turismo, Fundamentos e Planejamento de MKT, Comportamento do Consumidor..., possui experiência em eventos a bordo e atuou junto a equipes de entretenimento a bordo de transatlânticos como Eugênio Costa, Costa Marina, Costa Allegra, entre outros em viagens nacionais e internacionais.


Todos os textos e fotografias divulgados pelo copyright © viagensdenavio são publicados mediante expressa autorização de seus autores ou de seus legítimos representantes. A reprodução de qualquer texto do copyright © viagensdenavio depende de prévia e expressa permissão do respectivo autor e, se for o caso, também do site, conforme descrito nesta página, sem prejuízo da devida menção aos nomes do autor e da fonte.

 

Faça hoje mesmo sua reserva!
Saiba como comprar seu Cruzeiro Marítimo

Página anterior | Página inicial

Viagens de Navio Publicidade e Consultoria Ltda
Desde 1998 (since 1998)

 Viagens de Navio não trabalha com contratação de mão de obra, bandas e artistas. Favor visitar a nossa página
 dicas como se conseguir uma vaga nas empresas de cruzeiros

Over 50.000 visits per month (Acima de 50.000 visitas/acessos mensais)
(We welcome to ad with us all travel agencies, tour operators, cruise companies and service providers to the cruise industry) -  São bem-vindos em anunciar conosco; agências de viagens, operadores, companhias de cruzeiro, operadoras de turismo receptivo e prestadores de serviços para navios de cruzeiro.

General e-mail: vn@viagensdenavio.com.br
Política de Informação (Disclosure of information policy) | Quem somos? (About us)

copyright © viagensdenavio
Todos os direitos reservados. É proibida a Reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Viagens de Navio.